O que é o SiSU? 

O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) é o sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) por meio do qual as instituições públicas de educação superior participantes selecionam candidatos através da nota obtida no Enem, em sua edição mais recente.

 

O que é nota de corte?

É a nota do último candidato inscrito que está classificado dentro das vagas de um determinado curso. Um candidato que tenha pontuação superior à nota de corte estará dentro das vagas oferecidas para o curso. No entanto, a nota de corte é uma informação dinâmica, que muda de acordo com os candidatos inscritos em um determinado momento. O MEC divulga, no início de cada dia de inscrição, as notas de corte dos cursos referentes ao dia de inscrição anterior. É importante ressaltar que o fato de um candidato ter uma pontuação inferior à nota de corte de um curso não quer dizer que o candidato não tem chance de entrar neste curso. Em geral, a nota de corte final é menor do que primeira nota de corte calculada pelo SiSU, o que é feito logo depois das inscrições. 

 

Por que as notas de corte mudam? 

A cada dia de inscrição a nota de corte de um determinado curso pode mudar, de acordo com o fluxo de entrada e de saída de inscrições de candidatos para esse curso. A nota de corte também reduz à medida que as chamadas SiSU são realizadas, e os candidatos classificados não se apresentam para realizar matrícula.

 

O que é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), do Enem?

A Teoria da Resposta ao Item (TRI) é a metodologia de avaliação usada pelo Ministério da Educação (MEC) no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A TRI não contabiliza apenas o número total de acertos no teste. De acordo com o método, o item é a unidade básica de análise. O desempenho em um teste pode ser explicado pela habilidade do avaliado e pelas características das questões.

A TRI pressupõe que um candidato com um certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor que o de sua proficiência e errar aqueles com nível de dificuldade maior. Ou seja, o padrão de resposta do participante é considerado no cálculo do desempenho.

Entre as vantagens metodológicas da TRI está a possibilidade de elaboração de provas diferentes para o mesmo exame. Essas provas podem ser aplicadas em qualquer período do ano com grau de dificuldade semelhante e permitem a comparabilidade no tempo.